ESCRITÓRIO NOTURNOTHE MAJORNECRONAUTA - O ALMANAQUE DOS MORTOSMSP - NOVOS 50

Desisti de Operar

o oculista anterior ao meu atual sempre me incentivou muito a operar minha miopia [tenho entre 7.5 e 8 graus] quando eu ia me consultar pra pegar novos óculos ou lentes de contato. ele era muito empolgado, sempre citava como a cirurgia está muito moderna com o laser e perguntava quando eu ia me convencer a fazer. meu grau havia estacionado e estava perfeito pra operar.

mas eu nunca me empolguei, sempre tive receio de operar o olho – prefiro perder um braço à visão – e sacava que o fato de ele ser sócio em uma clínica especializada o deixava mais no modo de vendedor que de médico. quando ele começou a dar consultas-relâmpago meio desinteressadas parei de ir nele.

já tive pequenos problemas ligados ao uso de lentes de contato, e olha que sou cuidadoso até demais. infecções podem acontecer, ela sempre vai ser um corpo estranho no seu organismo e mil coisas podem sujar seus dedos ou as lentes no breve caminho entre a limpeza e a colocação. mas nada que antibióticos não resolvam rapidamente e sem seqüelas.

uso óculos desde que me conheço por gente e cansei já, pelo menos do modelo hoje já pesadão que tenho e me marcou demais o nariz. a possibilidade de me ver livre de óculos e lentes de contato, mais o relato de amigas que operaram com laser, me convenceu a operar de vez.

fiz exame de mapeamento de olhos [desconfortável porque fica uma mini-lupa colada nos seus olhos com uma pequena lente de contato, mas com efeito legal posterior, hehe, por causa do colírio dilatador de pupila], necessário antes de se operar, e vi que tinha uma pequena correção a fazer na tração do olho.

na clínica atual em que estou me consultando a oculista foi mais esclarecedora mas achei o jeito da mulher meio zoado comigo, então fiquei cabreiro. este exame fiz ano passado e não me encorajei a fazer a tal correção pré-operação. hoje estou com uma marcada pro mês que vem, porque eu havia me empolgado a operar de novo.

HAVIA, porque exatamente ontem me convenci do contrário. ontem fomos visitar a tia da Flávia e, papo vai papo vem, ela conta que tentou operar e desistiu logo depois de TEREM ABERTO A CAPA TRANSPARENTE PROTETORA do olho porque os caras acharam que o olho estava seco e iam fazer o outro. ela achou burrice não terem visto isso antes e pediu pra fechar. essa capa cicatriza rápida e naturalmente depois, operando ou não. mas na hora em que ela falou que tinham aberto eu gelei.

“péra péra péra… tem de cortar o olho?” pois é, eu também não sabia. me chame de burro mas eu nunca imaginei que havia incisão envolvida. sempre pensei que o laser passa batido porque essa lente natural do olho é transparente, e ele só ia queimar o fundo dos olhos pra fazer a correção necessária. mas não, tem de abrir como se fosse um copo de iogurte ou mate natural.

me chame também de neurótico, mas depois de ouvir isso imaginei toda uma série de bactérias nocivas entrando pelo olho aberto ao deus-dará. quando ouvi isso me convenci na hora que meu instinto pra não-operar tava certo, e eu sempre tenho que ouvir bem meu instinto porque quase sempre ele tá certo. o olho é muito delicado pra se estragar assim, e pelo visto [ops] nunca cicatriza direito como se propagandeia.

outra: a Michelle me disse – outras pessoas confirmaram – que após a cirurgia com laser o míope perde a super visão de perto que tem. aliás, a propaganda feita pelos médicos [pior se são donos de clínica] em geral esconde muita coisa. em todos esses anos ninguém me havia dito que precisa cortar o olho pro laser entrar. por mais que soe burrice da minha parte não saber, é obrigação dos putos me contar.

não por paranóia hipocondríaca, mas em busca de informação, o Wikipedia me levou a este site, com relatos de uma paciente que teve complicações após operar os olhos: http://www.lasikeyesurgerywebsite.com/

[veja os textos “My Lasik Disaster” e “10 Reasons why you should NOT have Lasik“]

e a coisa só piora. então eu vou é juntar uma grana pra comprar óculos novos mais leves e lentes de contato descartáveis de marca melhor que a Acuvue – com a qual não me dei muito bem – e operar só quando o índice de problemas diminuir, daqui a uns anos. ou NUNCA, porque ainda prefiro perder um braço à visão.

Posts Recentes | Recent Posts:


Comments are closed.


Compre meus livros na Ugra Press: