ESCRITÓRIO NOTURNOTHE MAJORNECRONAUTA - O ALMANAQUE DOS MORTOSMSP - NOVOS 50

Fumo passivo mata mais que tumores

inaugurando a categoria Ar Limpo.

No Brasil, estima-se que os fumantes somem mais de 30 milhões. Da população adulta, 16% fumam. A cada 2 minutos e 36 segundos, um brasileiro morre por causa do cigarro. Enquanto isso, das pessoas que tentar parar de fumar espontaneamente, apenas 5% consegue se libertar do vício. No mundo, a OMS (Organização Mundial de Saúde) calcula que haja 1 bilhão e 200 milhões de fumantes, e que as mortes relacionadas ao cigarro alcancem 4,9 milhões de casos.

Com 25 anos de experiência, o médico oncologista Riad Younes é um dos maiores especialistas do Brasil e referência mundial no tratamento de câncer do pulmão. Ele é o atual diretor-clínico do Hospital Sírio- Libanês, em São Paulo.

Em entrevista a Terra Magazine, Younes compartilha experiências desde o começo de sua carreira médica e cita casos que o chocaram. Como o de um paciente que tivera de amputar os quatro membros de seu corpo em virtude de doença causada pelo fumo e ainda assim bradava por que alguém lhe ascendesse um cigarro.

– Eu fiquei chocado. Fui tentar conversar com ele e ele disse “não fala comigo, eu quero um cigarro, não quero nem saber” – conta.

[…]

Em que medida os fumantes passivos também podem ser prejudicados?
Antes de tudo, o fumante passivo tem que ser bem definido. Às vezes a pessoa está na rua e respira a fumaça do cigarro e já acha que é fumante passivo. Não é isso. Fumante passivo é aquele que convive com um fumante crônico durante muito tempo, ou trabalhar numa área, num ambiente fechado onde as pessoas fumam constantemente. O fumante passivo, obviamente, não vai fumar igual o fumante ativo, ele fuma menos. Mas aqui a gente acaba saindo na mesma conversa, numa casa com dois fumantes crônicos, você estaria fumando uns 3, 4 cigarros por dia. Se fuma isso durante 10 ou 15 anos, o risco é grave de ter doenças graves de pulmão, enfisema, infarto derrame… tudo igual.

Mesmo que ela nunca tenha tragado, nunca tenha posto um cigarro na boca…
Ela está fumando por tabela do vizinho. Por isso que recentemente o Instituto do Câncer fez uma pesquisa muito interessante. Pegaram domicílios de pessoas que não são fumantes e convivem com um ou mais fumantes crônicos. Pegaram pessoas com mais de 35 anos, para dar tempo deles “fumarem”. Perceberam que ao redor de 2.500 brasileiros morrem por ano por doenças relacionadas ao fumo por causa do fumo passivo.
Tem muitos tumores por aí que não matam tanta gente por ano. É uma tragédia.

e a lei que controla o fumo em lugares fechados foi aprovada, mas não tem sido cumprida:

A Lei 9294/96 dispõe sobre a proibição de fumar em recintos fechados de uso coletivo, porém está defasada para os parâmetros científicos de proteção ao fumante passivo, possibilita interpretações dúbias e abre espaço para criação de “fumódromos” em locais fechados, incompatíveis com os níveis determinados de segurança para o não fumante. Com isto a população fica vulnerável aos efeitos da poluição tabagística ambiental, especialmente os trabalhadores expostos à fumaça ambiental de tabaco em locais como restaurantes, bares, casas noturnas e repartições.

se quiser ajudar, assina a petição que vai ser encaminhada pro Ministério da Saúde pra que a lei seja aperfeiçoada.

Posts Recentes | Recent Posts:

Leia também: / Read More:

Skol Sensation de fumaça com apoio da Ph1lip M0rris
A padaria que parou de vender cigarro, a espiã da S0uza Cruz no governo e o display que criança gost...
Hoje é dia de se mobilizar pela regulamentação da lei controladora de tabaco
Três notícias que comprovam: fumar é mesmo muito chique

Comments are closed.


Compre meus livros na Ugra Press: