ESCRITÓRIO NOTURNOTHE MAJORNECRONAUTA - O ALMANAQUE DOS MORTOSMSP - NOVOS 50

VIVA O SETE DE AGOSTO

fomos quarta na festa do Rapha ver o Golden Filter [!] na Clash, uma casa que inicialmente era patrocinada por empresa de cigarros [!!] e já estava em testes a proibição do fumo em lugar fechado, agora em vigor por Lei Estadual de São Paulo.

é outra coisa voltar pra casa sem os olhos estarem ardendo, sem respiração dificultada, sem tosse, com a roupa limpa [tão limpa quanto pode estar depois de se dançar], sem cheiro de morte no corpo.

porque é esse o cheiro dessa porcaria de cigarro; e se o cheiro fosse o menor dos problemas, esse lixo faz um puta mal pro pulmão de quem não fuma – mais mal ainda do que pra quem fuma. já linkei aqui textos com dados suficientes a respeito.

hoje eu ri dos comentários dos fumantes em matérias pra jornais grandes e o mimimi todo no Twitter [e em blogs ou artigos linkados nele]. as comparações mais ridículas, os argumentos mais furados, os gritos de censura à liberdade individual.

fala-se tanto em hipocrisia sendo que os maiores hipócritas são os fumantes folgados que cagam e andam pros outros, não importa onde for.

fumaça não é domável. passar 2, 4 horas dentro de um bar ou casa noturna é quase como ficar com a boca enfiada num escapamento de carro. fui chamado de nazi por ser tão a favor da lei.

e quem é mais nazista: eu ou quem empesteia o ar que eu respiro num ambiente fechado com várias substâncias cancerígenas, uma delas a mesma usada nas câmaras de gás dos campos de concentração? quem foi autoritário e anti-democrático até agora?

a Lei vem pra realizar uma necessidade de bem-comum, pra resolver um problema que nem donos de casa noturna [fora algumas pouquíssimas casas como a Neu] nem seus freqüentadores tiveram o bom senso de cuidar.

no caso desses últimos, como poderiam? o vício da nicotina – um dos mais difíceis de se largar – fala mais alto e nunca que iriam respeitar a saúde alheia. o vício fez tanta gente falar tanta besteira esses dias que me deu muita vergonha. são as pessoas mesmo ou é a nicotina falando?

não tenho nada contra os fumantes – quer se matar? problema seu! o negócio é que a fumaça gerada pelo seu prazer me mata com mais força ainda. então é problema meu. vou resumir: você tá me matando, pô. isso é tão, mas tão óbvio que eu me sinto muito ridículo de ter que falar outra vez.

não tem nada a ver com censura, ditadura, fim das liberdades civis – tem a ver com saúde, porra. chupa pastilha de nicotina, usa cigarro eletrônico [se é que a fumaça que sai dele é só vapor d’água] – mas se quiser fumar seu cigarro que produz fumaça, se liga: vai ali fora, por favor. minha saúde agradece sua cooperação.

Posts Recentes | Recent Posts:

Leia também: / Read More:

Já escolheu o sapato que vai te apertar?
Um novo dia se avizinha - o sol chama e você vai
Soy contra
Grupo boliviano da Kantuta no #SoyLatino

Comments are closed.


Compre meus livros na Ugra Press: