ESCRITÓRIO NOTURNOTHE MAJORNECRONAUTA - O ALMANAQUE DOS MORTOSMSP - NOVOS 50

O barulho do sonho me chama

O grunhido de raiva de um parente magoado pela minha presença e a existência de um sinistro bebê de braço monstruoso. A viagem pelo sertão para chegar de uma cidade à outra. Um eterno domingo de obrigações pendendo do teto como carne sangrando que deve ser cortada, sob a pena de não se sobreviver. Sonhos para os quais eu não tenho a mínima vontade de voltar – pesadelos disfarçados em pele de cordeiro (ou quase), melhor esquecidos… É bom estar de volta.

Posts Recentes | Recent Posts:

Leia também: / Read More:

FIQ 2011 - flyers
Um sonho de São Paulo e do Hulk
O grill de domingo, pra esquentar o dia
1a entrada minha na #viradacultural2015 já foi. Daqui a pouco o 2o set

Comments are closed.


Compre meus livros na Ugra Press: