ESCRITÓRIO NOTURNOTHE MAJORNECRONAUTA - O ALMANAQUE DOS MORTOSMSP - NOVOS 50

A diferença entre um cachorro chutado e um porco degolado

lá vou eu chamar dor de cabeça pra cima de mim…

depois do odioso caso da brasileira que espancou até a morte um cachorrinho na frente de uma criança a internet entrou no modo Turba Ensandecida e espalhou o vídeo [feito por um vizinho por cima do vídeo] como fogo de palha, pedindo a cabeça da infeliz.

eu não assisti e nem vou – o link acima é pra uma notícia sobre ela estar sob investigação há 10 dias pelo menos [o G1 diz que ela se entregou]. só de ouvir a descrição me deu um aperto no peito. crueldade desgraçada – que ela responda pelo que fez.

já tem vegetarianos no Facebook espalhando montagem de um cachorro ao lado de um porco, eu acho, se perguntando por que as pessoas se comovem com um e não com outro. além desse tipo de mensagem por montagem em rede social ser uma breguice ao estilo dos PPSs encaminhados por email, é algo meio oportunista pra se levantar depois de uma notícia dessas e só faz as pessoas se revoltarem mais ainda com os vegetarianos, essa minoria que eu tenho visto como “os gays da gastronomia”, pelo preconceito que sofrem – qualquer dia falo mais a respeito. não sou de levantar a bandeira por achar que as mudanças não acontecem com passeatas, mas com aceitação do que nos é diferente no dia-a-ia, naturalmente, pela alteração dos costumes e tolerância alheia.

só que sou vegetariano e se paro um segundo pra pensar no caso, por mais tacanha que a mensagem da montagem possa parecer, pra mim ela não está de todo errada. porque tudo isso remete ao preconceito de espécie, conceito abordado pelo Vegetarianismo mais radical. não sou xiita mas vou aproveitar pra falar o que acho aqui, o espaço mais pessoal que tenho na internet. o conceito fundamental da tal mensagem é muito lógico pra que mais pessoas parem de matar animais pra se alimentar.

deixando de lado a raiva contra os vegetarianos que fazem campanha [uma raiva que você nem deveria ter, mas enfim]: qual a diferença entre chutar um cachorro até a morte e degolar um porco pra comer sua carne? obviamente, a raiva. esse acesso violento que a mulher teve é o que faz nosso sangue subir. a gratuidade da coisa toda. uma atitude tão desnecessária.

mas e aí? por que chutar e espancar o cachorro até a morte é errado e degolar um porco [ou boi ou frango] pra comer pode? porque não são animais de estimação, talvez. mas como não é todo mundo que pode ter em casa um boi, um porco e um frango [e mesmo quem tem fazenda acaba vendendo os bichos pro abate ou matando-os pra comer]… por que gato, cachorro, peixe e algumas aves devem receber nosso amor como membros da família e essas outras espécias devem ser apenas degustadas? um amigo meu esteve na China há uns anos e comeu cachorro. quando eu soube fiquei puto, mandei tomar no cu de tanta raiva – achei [e ainda acho] desnecessário. mas depois pedi desculpa porque minha atitude foi idiota e nos entendemos.

mas a gente é assim tão superior que pode escolher que bicho vai pra família, que bicho vai pro prato? até agora a maioria da Humanidade acha que sim, e por causa dessa postura continuamos a foder o mundo com nossa altivez. quando se fala em espécie e raça somos a elite do planeta e fazemos o que bem entendemos. todos os outros animais são nossos servos, escravos, nascidos com uma função específica: dar compania, enfeitar a casa, nos fazer rir, saciar nossa fome. somos o bicho mais arrogante que anda por essas terras. claro, a maioria dos bicho come o outro pra sobreviver e nós sozinhos no meio do mar perto de um cardume de tubarões – ou na savana no meio de certos felinos ou certas aves – poderíamos virar refeição.

esse meu blablablá todo não faria sentido porque simplesmente precisamos comer, é uma necessidade fisiológica. mas na verdade não precisamos de carne pra sobreviver. esse é um costume cultural mais do que uma necessidade fisiológica. nossos ancestrais, antes de embarcarem na agricultura, precisavam. nós não precisamos mais. as teorias sobre isso divergem, ainda mais pelo fato de alguns chimpanzés comerem carne às vezes, e os gorilas não. mas pra mim não precisa ler nenhum tratado científico: é só olhar nossos dentes no espelho.

Posts Recentes | Recent Posts:

Leia também: / Read More:

Dorgas? Larguei! Agora sou motorista
Governo francês proíbe vegetarianismo nas escolas
A pokevolução de atores e atrizes de Hollywood
Carne é veneno?

2 responses to “A diferença entre um cachorro chutado e um porco degolado”

  1. Adriana says:

    Gostei muito do seu texto, vem ao encontro em tudo o que penso a respeito de comer carne. Ainda não me livrei totalmente disso, mas estou quase lá. Parabéns pelo texto, eu o compartilhei no meu facebook.
    Adriana


Compre meus livros na Ugra Press: