ESCRITÓRIO NOTURNOTHE MAJORNECRONAUTA - O ALMANAQUE DOS MORTOSMSP - NOVOS 50

Rádio rock? Melhor ouvir Thiaguinho

resumo de 2012 na Música pelo Dago Donato, um dos proprietários da casa Neu e melhor DJ do Brasil hoje em dia na minha humilde opinião:

Se tem uma coisa que não precisava voltar é 89 FM como rádio rock. Tá então de volta aquela parada de vender rock careta como algo radical, formando mais gerações de imbecis musicais. Resolvi escutar ontem no carro a reencarnação da defunta. Claro que só ouvi o que esperava: “Candy”, “Nothing Else Matters”, um arremedo de U2 com um lance eletrônico patético que só pude identificar como sendo Muse, “Shiny Happy People”, Pearl Jam, Pearl Jam de novo, e por aí vai. Aí você ouve um locutor dizendo como a noite anterior tinha sido triste na TV, com Roberto Carlos, Stevie Wonder e Tiaguinho como opções musicais. O mesmo locutor elogia Black Keys e Kings of Leon. Qualquer rock é melhor do que o que não é rock, na visão ignorante/arrogante desse pessoal. E tá aí o pior problema da rádio rock: vender o rock como um gênero superior. Ainda mais hoje, quando o pop mainstream é muito mais ousado que o rock mainstream. Quando qualquer coisa que a Rihanna lança é mais radical que o Black Keys ou o Kings of Leon. E o ouvinte da rádio rock não vai ouvir Stevie Wonder porque não é rock. E vai ouvir Creed porque é. E ligar o rádio e ouvir Creed é dose. Prefiro ouvir Thiaguinho. Porque não é.

Posts Recentes | Recent Posts:

Leia também: / Read More:

HECTOR’S (:P)OPSCENE MIXTAPE 7
POPSCENE DJS NO DIGITAL ROCK
curso de produção cultural da anhembi-morumbi
Xxxxiu

3 Responses to “Rádio rock? Melhor ouvir Thiaguinho”

  1. resumo musical do mundo desde a chegada dos negros à america

  2. Mariana says:

    O comentário do rock ser vendido como gênero superior eu concordo plenamente… com as clássicas da radio rock e o preconceito dos rockeiros também…
    Porém, não significa que o que faz mais sucesso , portanto o pop, é o que determina a qualidade musical.
    Música é liberdade de expressão e cada um faz do seu jeito… Mas o pop, a maioria das vezes quem determina não é o seu jeito, é o mercado. Tanto quanto o sertanejo universitário. Fazem parte da cultura de massa, geralmente de fácil entendimento, melodias parecidas com as de antigos sucessos ( Vale lembrar o grande Coldplay, que copiou até do Kraftwerk ), como letras clichés de amor que sempre funcionam com o povo. Não excluo o rock desse mercado… mas a princípio o rock era um movimento musical de rebeldia, onde há quebra de valores e conceitos… uma proposta muito boa que dá oportunidade maior de criatividade, sentimento e crítica.
    Talvez isso sim seja digno de ser criticado pelos rockeiros… Mas seja pop, sertanejo, rock, ou eletrônica, eles tem seus respectivos valores, e eu respeito e admiro muito artistas de todos eles… pois música não se define boa por ser “radical” ou “mainstream” ( familiar as massas )… Musica boa é a música que o seu eu se identifica… e depois vem a parte da análise de um valor musical mais profundo…
    O grande problema é que você não levou em conta nenhuma das duas… e da mesma forma que a radiorock estava falando mal do pop da globo que geralmente é puro mercado, você desmerece a música deles…

  3. fabio says:

    creed é rock sim…….mais uma banda que ficou rotulada por 3 ou 4 baladinhas que foram lançadas nas radios

    se vc pegar a discografia da banda vai encontrar diversas musicas pesadas……a pessoa antes de dar opiniao tem que procurar se informar sobre as coisas


RECOMENDADOS: